COMECE A DIGITAR E PRESSIONE ENTER PARA PESQUISAR
mulher-segurando-broche-outubro-rosa

Câncer de mama – 5 atitudes para se prevenir

Em todo mês de outubro a campanha #outubrorosa ressurge com o objetivo de conscientizar, informar e prevenir as mulheres contra o câncer de mama. É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo mundo, afetando cerca de 2 milhões de mulheres a cada ano. Em 2018, estima-se que 627 mil mulheres morreram de câncer de mama, ou seja, 15% de todas as mortes causadas por câncer em mulheres. Atualmente, o tratamento varia de acordo com o estágio da doença, podendo ir desde quimioterapia até a mastectomia, que é a cirurgia de retirada parcial (mastectomia local) ou total (mastectomia radical) da mama.

Listamos, a seguir, 5 dicas eficazes de prevenção contra o câncer de mama.

1.      Faça o autoexame periodicamente

O autoexame é o momento em que você analisa seu próprio corpo em busca de qualquer coisa que fuja da normalidade. Em especial, irregularidades como caroços, nódulos e manchas. Caso detecte algo de diferente, procure um médico e, mais importante, não entre em pânico, pois há  chances de se tratar de um nódulo benigno.  Veja aqui como fazer o autoexame de mamas, e lembre-se que, independente da idade, é recomendável que todas as mulheres façam o autoexame ao menos uma vez por mês.

2.      Pare de fumar

Não é só seu pulmão que sofre com o cigarro. Há diversos estudos apontando que o tabagismo também aumenta as chances do surgimento de outros tipos de câncer, dentre eles, o câncer de mama. Se você não fuma, parabéns! Suas chances de desenvolver um câncer de mama já são quase 40% menores do que das mulheres fumantes.

3.      Faça o sequenciamento de seus genes BRCA1 e BRCA2

Os genes BRCA1 e BRCA2 são o que chamamos de oncogenes, ou seja, genes que desempenham funções que, quando comprometidas, podem dar origem a algum tipo de câncer. Mutações nestes dois genes estão relacionadas a 20% dos casos de câncer de mama familiar e, embora ainda seja uma prática pouco difundida, cada vez mais centros de saúde o oferecem a preços cada vez mais acessíveis. Em 2015, teve destaque na mídia quando a atriz estadunidense Angelina Jolie submeteu-se à retirada dos ovários e trompas após ter feito o exame. O sequenciamento é recomendado especialmente se você já tem algum caso de câncer de mama na sua família, como era o caso da atriz.

4.      Visite o médico periodicamente

Mesmo com todas as orientações dadas acima, nada substitui a consulta médica com um especialista de sua confiança que conheça bem seu histórico clínico e familiar, bem como seu estilo de vida. Com estas informações, ele poderá estimar o risco de você desenvolver um câncer de mama e, juntos, vocês poderão criar uma estratégia para sua prevenção. Além disso, se você já passou dos 40, deve fazer ao menos uma mamografia por ano. O exame é, inclusive, assegurado pelo SUS caso você tenha mais de 50.

5.      Leve uma vida saudável

O câncer é uma doença multifatorial, cujas origens passam, inclusive, pelos hábitos diários. Alimentação saudável, sono em dia e atividade física não só diminuem o risco do desenvolvimento do câncer de mama como também melhoram a sua qualidade de vida, por mais difícil que seja cumprir todos estes itens. Os benefícios de uma vida longa e livre do câncer com certeza valem a pena.

 

Referências

  1. WHO (OMS). Breast Cancer. Disponível em: http://www.who.int/cancer/prevention/diagnosis-screening/breast-cancer/en/ (em inglês). Acesso em 10/2018.
  2. KAWAI, M. MALONE, K.E. TANG, M.T. LI, C.I. Active smoking and the risk of estrogen receptor-positive and triple-negative breast cancer among women ages 20 to 44 years. Cancer. 2014; 120(7): 1026-34.
  3. AMENDOLA, L. VIEIRA, R. A contribuição dos genes BRCA na predisposição hereditária ao câncer de mama. Revista Brasileira de Cancerologia 2005; 51(4): 325-330.

About the Author :

Deixe um comentário