COMECE A DIGITAR E PRESSIONE ENTER PARA PESQUISAR

Descubra o sexo do seu bebê
antes do ultrassom

Apenas R$199 à vista

Sexagem Fetal

Futura mamãe, com o teste de Sexagem Fetal, você terá a possibilidade de saber o sexo de seu bebê com segurança
a partir da 8ª semana. Não é necessário pedido médico, basta agendar seu exame.

Dúvidas sobre Sexagem Fetal


Como é feito o teste de sexagem?

O exame é muito seguro e não oferece riscos ao bebê! É coletado sangue venoso materno, como em um exame de sangue convencional, e busca-se uma região de DNA específica do sexo masculino. Se ela for encontrada temos um menino, do contrário, uma menina.

A partir de quando é possível saber o sexo?

A partir da 8° semana de gravidez já é possível saber o sexo do bebê com 99% de certeza. Esta probabilidade vai aumentando conforme a idade gestacional, ou seja, quanto maior o número de semanas de gestação maior a certeza do resultado.

Como sei de quantas semanas estou grávida?

Com a utilização da calculadora de gravidez, você pode estimar a idade gestacional. A idade gestacional é calculada a partir do 1° dia da última menstruação. Recomenda-se a realização do teste de sexagem fetal somente após a 8° semana de gestação.

O resultado do teste é seguro?

Sim, a partir da 8º semana de gestação, a precisão do teste é de 99%. Esta probabilidade conforme o decorrer da gestação vai aumentando, ou seja, quanto maior o número de semanas, maior a chance de acerto. Nas situações onde o resultado do exame de sexagem fetal divergir de forma comprovada do sexo real do bebê, a cliente poderá solicitar sem nenhuma burocracia o estorno integral do valor pago.

Quanto tempo demora para o resultado ficar pronto?

O prazo normal para o resultado do exame de Sexagem Fetal é de até 7 dias úteis. Se tiver mais urgência, com R$100,00 adicionais seu resultado ficará pronto em até 3 dias úteis e com R$300,00 adicionais para exames realizados na unidade Paulista seu resultado sai em 1 dia útil.

Sexagem fetal: conheça mais


O exame de sexagem fetal foi desenvolvido a partir de pesquisas realizadas pelo cientista chinês Yuk-Ming Dennis Lo, que identificou a presença de fragmentos de DNA fetal circulantes no plasma que compõe o sangue materno¹, os quais passam através da placenta para a corrente sanguínea da gestante.

Por meio desses fragmentos de DNA fetal no plasma sanguíneo materno a ser analisado no exame de sexagem fetal, é possível detectar a presença – ou ausência – da região SRY² (responsável pelo desenvolvimento de genitais em um feto do sexo masculino) no cromossomo Y, característico de indivíduos do sexo masculino.

A presença  deste fragmento identifica o desenvolvimento de um feto do sexo masculino, enquanto a sua ausência identifica o provável desenvolvimento de um feto do sexo feminino.

Considerando que a quantidade de fragmentos de DNA fetal tende a aumentar conforme a gestação avança, torna-se possível obter resultados mais assertivos no exame de sexagem fetal a partir da 8ª semana de gestação³ (alcançando, a partir desse período, precisão superior a 99%).

Sexagem fetal: por que fazer?


O exame de sexagem fetal possibilita que você descubra o sexo do seu bebê através de um  processo pouco invasivo, com precisão superior a 99%4 já a partir da 8ª semana de gestação. Este exame, em comparação com o ultrassom, oferece um resultado preciso com bastante antecedência, visto que o ultrassom é um exame com precisão de apenas 72%  ainda na 11ª semana de gestação5.

Portanto, ao contar com o auxílio do exame de sexagem fetal, você pode descobrir o sexo do bebê antes mesmo de realizar o primeiro ultrassom.

Exame de sexagem fetal: fatores que podem interferir no resultado


Assim como em qualquer outro exame, há diversos fatores que podem aumentar as chances de resultado divergente. Dentre esses fatores estão:

  • Baixa quantidade de fragmentos de DNA fetal disponível no sangue materno;
  • Situações de mosaicismo, nas quais células geneticamente diferentes coexistem no feto;
  • Gestação de gêmeos fraternos, em que a ausência do cromossomo Y pode concluir que ambos os fetos são do sexo feminino, mas a presença do cromossomo Y não conclui se ambos ou apenas um dos fetos é do sexo masculino.

Sexagem fetal e outros exames: conte com a Genera


Além da Sexagem Fetal, existem diversos outros exames que podem ser realizados antes e durante a gestação para você acompanhar a saúde e o desenvolvimento do seu bebê, como o exame Pré-concepcional e o exame de Síndromes Genéticas. Conheça as opções disponíveis e realize seus exames com quem é especialista no assunto.
Com presença em diversas cidades brasileiras, a Genera é um laboratório especializado em genética que realiza, além da sexagem fetal, diversos outros testes como exames de DNA, farmacogenética e o teste rápido HIV. Confira as unidades disponíveis e conte conosco para realizar os seus exames com praticidade e confiança.

Conheça outros exames genéticos disponíveis para o bem-estar do seu bebê

Saiba mais sobre o exame


O exame de sexagem fetal por meio da análise do sangue materno só foi possível após a descoberta pelo cientista chinês Dennis Lo de que fragmentos do DNA do feto circulam pelo sangue da mãe.
Este DNA livre circulante do feto, além de muito fragmentado, representa apenas uma fração diminuta do DNA total presente no sangue, o que dificulta sua análise. Conforme a gravidez avança, a porção do DNA fetal no sangue materno também aumenta. Por essa razão, quanto mais avançada a gestação maior será a probabilidade de acerto do teste.

É possível, portanto, realizar a sexagem com relativa segurança a partir da 8º semana de gestação, uma vez que após esse período a chance de acerto é de 99%.
Na análise do plasma (parte líquida do sangue), procuramos detectar a região situada no cromossomo Y chamada SRY (região que determina o desenvolvimento dos genitais masculinos nos mamífero).
Com a detecção dessa região, podemos afirmar que o feto é de um menino, se não a detectarmos concluímos que seja uma menina. Dessa forma, conseguimos determinar o sexo do seu bebê com grande precisão e segurança.

Ainda tem dúvidas?

Consulte nosso FAQ com as dúvidas mais comuns de nossos clientes!