COMECE A DIGITAR E PRESSIONE ENTER PARA PESQUISAR
Balões de festa coloridos simbolizando o aniversario da genera de 10 anos

Como outros países comemoram aniversário?

Pode ser uma grande festa, uma reunião mais simples com os familiares, uma cerimônia, um banquete ou um ritual religioso. Embora as tradições de aniversários sejam semelhantes em alguns países, nem sempre todos comemoram da mesma maneira. Enquanto aqui no Brasil estamos acostumados a comer brigadeiros, bolo e muitos salgadinhos no dia do aniversário, celebrado uma vez por ano, em alguns lugares eles são celebrados durante 9 dias seguidos; em outros, são festejados de modo coletivo durante o Ano Novo Lunar e ainda existem lugares em que as pessoas nem se lembram da data em que nasceram.

Mas quando surgiu o costume de comemorar aniversários? Os antropólogos Ralph Linton e Adelin Linton dizem no seu livro The Lore of Birthdays (“A Sabedoria dos Aniversários”, sem tradução em português) que os aniversários são comemorados desde o Egito Antigo, ou seja, por volta de 3000 a.C. Naquela época, as comemorações eram realizadas apenas para os faraós e deuses mas, com o tempo, o hábito foi se estendendo aos romanos, que passaram a conceder este privilégio ao imperador, a sua família e aos senadores.

Ou seja, rituais pagãos e crenças mágicas deram origem à maioria dos costumes das comemorações de aniversário. Por conta disso, nos primórdios do Cristianismo, a tradição foi abolida e somente no século IV d.C., quando a Igreja começou a celebrar o nascimento de Cristo com a convenção do dia 25 de dezembro, que ressurgiu o hábito de festejar aniversários. Já no início do século XIX, o aniversário passou a ganhar as formas e peças simbólicas que vemos hoje, como o bolo, a vela, o convite, entre outras.

Mas aqui um adendo: o bolo e as velas foram herdados dos gregos. Eles faziam festas à deusa Artemis e colocavam velas sobre uma torta, simbolizando a lua cheia, que, segundo a mitologia, era a forma com que a deusa se expressava. Na Idade Média, por razões desconhecidas, os alemães retomaram o hábito em festas de criança. 

“Parabéns a você”

Você sabia que o “Parabéns a você” é a melodia mais conhecida e mais cantada no mundo em todos os tempos? Em 1875, nos Estados Unidos, as irmãs Mildred e Patricia Hill criaram a melodia de “Good Morning to All” (tradução: “Bom dia a todos”), que, depois de algumas mudanças, deu origem ao “Parabéns a Você”, em 1924. A música se espalhou pelo mundo e chegou ao Brasil no final da década de 1930. Cantada apenas em festas de famílias ricas e em inglês, a versão brasileira da música foi decidida em um concurso da Rádio Tupi-RJ, em 1942, vencido pela paulista Bertha Celeste Homem de Mello. 

Aniversários pelo mundo

Todos os anos, todos os 7,5 bilhões de pessoas que existem no mundo fazem aniversário, mas como dissemos no início, nem todas o comemoram da mesma forma. Bolos, doces e balões são enfeites típicos de festas anuais no Ocidente. Já no Oriente, as comemorações são bem diferentes. Na China, por exemplo, alguns aniversários são omitidos porque são considerados anos de má sorte. Na Coreia do Sul, todas as crianças já nascem com um ano (sim, eles consideram que a idade começa a valer no nascimento). 

Confira algumas tradições de aniversário pelo mundo:

Japão

No Japão , os aniversários não são comemorados com tanta frequência quanto na América. Os japoneses tradicionalmente comemoram uma pessoa que fica um ano mais velha no dia de ano novo. Em vez de uma festa oficial, as crianças pequenas participam da celebração 7-5-3 , que acontece em 15 de novembro e é chamada de Shichi-go-san. Quando um menino chega aos cinco anos ou uma menina aos três e sete anos, a criança veste suas melhores roupas e vai ao santuário para agradecer pela saúde. 

Índia

O mundun é uma cerimônia hindu realizada no primeiro ou no terceiro aniversário de uma criança. De acordo com a religião, raspar o cabelo remove qualquer negatividade trazida de uma vida passada, limpa o ser interior da criança, protegendo-a de todo o mal. Depois que o cabelo é removido, a cabeça é lavada em água benta e uma mistura de cúrcuma e sândalo é esfregada na cabeça da criança para curar qualquer corte.

Tribo Masai

Os meninos da Tribo Masai, localizada no Quênia, devem completar três ritos de passagem, começando por volta dos 14 aos 16 anos, quando entram na idade adulta. Um dos elementos que celebram a chegada de um menino à maturidade é a ‘Dança do Salto’. Até certo tempo, era uma tradição que as meninas se submetessem a uma cerimônia semelhante envolvendo a circuncisão feminina, mas isso foi proibido e alternativas procuradas por grupos de humanidades.

Egito

No Egito, ocorre uma festa chamada hafla, na qual família e amigos são convidados e tem muito canto e dança. Flores e frutas são as principais decorações da festa pois são consideradas símbolos de vida e crescimento. Os egípcios costumam ter um bolo de aniversário.

Austrália

Geralmente, as festas de aniversário na Austrália são decoradas com muitos balões e serpentinas. As crianças comem um prato especial chamado “Fairy Bread” (em português: pão de fada), um pão coberto com manteiga e muito granulado colorido, conhecido como “hundreds and thousands”.

Irlanda

Como em muitos países, o aniversário na Irlanda é celebrado com uma reunião de familiares e amigos com comidas, bebidas, canto e dança tradicionais irlandeses. 

Uma tradição irlandesa (bem incomum, diga-se de passagem) é virar a criança de cabeça para baixo e bater suavemente com a sua cabeça no chão a cada ano vivido, e o aniversariante ainda ganha mais um solavanco extra para dar sorte. Para aqueles que atingem a maioridade, (21 anos, na Irlanda), a “chave da casa” é fornecida, representando que a pessoa já é adulta.

Noruega

Os aniversários na Noruega são celebrados com muitos presentes, músicas e, é claro, bolos (geralmente com sabor de chocolate, ou de frutas e creme) e frutos do mar e frutas frescas. Se o aniversário de uma criança ocorre durante o ano escolar, ela também recebe uma homenagem especial durante as aulas. Lá, o “Parabéns a você” é chamado Hurra for Deg.

México

As festas de aniversário mexicanas são muito divertidas. A famosa piñata é presença garantida nas comemorações. Feita de papel machê, a piñata é recheada de doces e pendurada a uma altura de cerca de dois metros e o aniversariante deve, de olhos vendados, acertá-la com um taco de madeira até que ela se parta em uma explosão de doces. Nas festas, o “Parabéns a você” chama-se Las Mañanitas e foi escrita na década de 1950. Outra tradição de aniversário famosa no México é a Quinceañera, uma festa muito especial para as meninas que fazem 15 anos (como aqui no Brasil e em outros países de origem espanhola na América Latina).

Brasil

Claro que não poderíamos deixar de falar da nossa comemoração, não é? Aqui no Brasil a festa completa, sendo a mesa de doces um quesito à parte: muitos quitutes, os tradicionais brigadeiros e beijinhos, e, é claro o mais importante de todos, o bolo. Geralmente, o(a) aniversariante dá a primeira fatia do bolo de aniversário a uma pessoa muito especial. Na idade de 15, as meninas ganham uma festa e dançam a valsa com seu pai ou avô. E claro, temos que reconhecer que damos um show quando o assunto é decoração de festas, de norte ao sul do país.

Por aqui não temos um lugar específico para celebrar: pode ser em buffets, salões de festas, parques, em casa, não importa. Para nós, brasileiros, é tradição entregar presentes e reunir amigos e familiares para celebrar todos anos (costume que, infelizmente, foi afetado pela pandemia neste ano).

Aniversário Genera

E por falar em aniversário… Este mês a Genera completa 10 anos de vida! Ao contrário da tradição brasileira de presentear o aniversariante, este ano nós que vamos presentear você! Nas compras online dos pacotes Standard e Completo você ganha R$150,00 de desconto utilizando o cupom GENERA10ANOS.  Mas corre que a promoção é válida até o dia 30/09/2020!

O aniversário é nosso, mas o presente é seu!

Referências 

CLANCY, Dawn. Fantastic Birthday Traditions Around the World. Far & Wide. Disponível em: <https://www.farandwide.com/s/how-countries-celebrate-birthdays-bc4e5671e1d0492e>. Acesso em 14 set. 2020.

GEHRINGER, Max. Bertha Celeste: a autora do “Parabéns a você”. Revista Superinteressante, São Paulo, v. 161, fev. 2001. Disponível em: <https://super.abril.com.br/cultura/bertha-celeste-a-autora-do-parabens-a-voce/>. Acesso em: 15 set. 2020.

LINTON, Adelin; LINTON, Ralph. The Lore of Birthdays. Illustrated by Bunji Tagawa. H. [S.l.]: Schuman, 1952.

LISBOA, KM. I Comemorações, memória, história e identidade. In RODRIGUES, J., org., NEMI, ALL., LISBOA, KM., and BIONDI, L. A Universidade Federal de São Paulo aos 75 Anos: ensaios sobre história e memória [online]. São Paulo: Unifesp, 2008. pp. 35-91. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/hnbsg/pdf/nemi-9788561673833-06.pdf>. Acesso em 15 set. 2020.

SCHIMITT, Jean-Claude. L’ invention de l’anniversaire. [S.l.]: Les èditions Arkhê, 2009.

Anivérsário no Japão: 

  1. How To Celebrate A Japanese Birthday Happy Birthday to You!
  2. Traditions from Around the World: Birthday Celebrations from Japan

Aniversário na Índia: Mundan ceremony

The New York Times  By Jina Moore. She Ran From the Cut, and Helped Thousands of Other Girls Escape, Too. Jan. 13, 2018

Aniversário na Austrália: Australia, We Need to Talk About Fairy Bread

Aniversário na Irlanda: Irish Birthday Traditions:  Common Customs with an Unmistakable Irish Flavor!

BBC Travel By Diane Selkirk. The mysterious origins of the piñata. 5 April 2017

About the Author :

Deixe um comentário