COMECE A DIGITAR E PRESSIONE ENTER PARA PESQUISAR

Onde fazer o exame para descobrir se tenho HIV?

A infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (em inglês, Human Deficience Virus, ou simplesmente HIV) é caracterizada pelo ataque ao sistema imunológico, atingindo células responsáveis pela defesa de nosso organismo.

Dado o comprometimento desse importante sistema, quando não controlada, a condição leva a impactos significativos na vida dos indivíduos afetados. Porém, atualmente, o uso combinado de antirretrovirais pode proporcionar ao paciente uma vida sem maiores intercorrências associadas à infecção.

Para um sucesso efetivo do tratamento, no entanto, é importante que a sorologia positiva para HIV seja identificada o mais breve possível. Além disso, estar ciente sobre a infecção permite a quebra do ciclo de transmissão do vírus a outros indivíduos, tanto no caso de mães que vivem com HIV e podem ter filhos sem a infecção se seguirem o tratamento recomendado durante toda a gestação, quanto nos casos em que são necessárias ações preventivas com parceiros sexuais, tais como uso de  preservativos e PreP (Profilaxia Pré-Exposição).

Por isso, se uma pessoa passou por alguma situação de risco – como relações sexuais desprotegidas – é altamente recomendado que o teste de detecção de HIV seja realizado. A coleta é simples e o resultado é gerado a partir da análise de sangue ou fluido oral. Além disso, atualmente  o acesso aos exames tem sido facilitado por conta de novas tecnologias diagnósticas, que possibilitam ao paciente a descoberta da IST (Infecção Sexualmente Transmissível) antes do aparecimento de sintomas graves.

No Brasil, é possível ter acesso a esse resultado por meio de testes rápidos ou outros exames laboratoriais. Esses testes podem ser realizados gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou na rede privada, como nos laboratórios que listamos logo abaixo.

 

Onde fazer o exame?

Atualmente, não é mais um desafio encontrar uma maneira de verificar a presença de ISTs como o HIV, embora o tema com frequência ainda seja tratado como um tabu. Existem várias opções disponíveis para obter um diagnóstico, desde o percurso mais fácil e discreto como utilização de kit de teste caseiro, até o mais tradicional, que envolve o agendamento de uma consulta com seu médico e a realização de testes em um laboratório.

Após a escolha sobre a forma do exame a ser realizado, caso tenha escolhido a opção mais tradicional, ainda há a decisão sobre o local onde será feito o procedimento. Atualmente, é possível realizar esses exames em clínicas médicas especializadas, laboratórios e também através do SUS.

 

Clínicas Médicas

As clínicas médicas especializadas geralmente realizam consultas sem a necessidade de agendamento prévio. O atendimento se inicia com uma conversa com um profissional da saúde (médico ou enfermeiro) sobre seu histórico médico e sexual. Dependendo dos dados fornecidos pelo paciente, o profissional pode vir a realizar um exame clínico da genitália, além de solicitar amostras de urina, sangue, esfregaço uretral ou esfregaço vaginal.

 

Testes em Laboratórios

Para aqueles que não se sentem à vontade indo a uma clínica, ou que apenas preferem obter o diagnóstico sem serem submetidos às perguntas de triagem, existe a possibilidade de ir a um laboratório particular e realizar o exame. O procedimento é rápido e o resultado pode sair em uma hora após a coleta da amostra.

Preparamos abaixo uma lista com os principais laboratórios que realizam exame de HIV.

Genera

A Genera oferece exames para detecção de ISTs sem a necessidade de prescrição médica e que podem ser agendados online. Entre os testes disponíveis estão o de HIV e também de outras ISTs como sífilis e hepatites virais B e C. O teste rápido de HIV custa R$149,00, e o resultado é disponibilizado  em até 1 hora (caso não haja a necessidade de exames complementares).

A Genera possui unidades em São Paulo, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília e Salvador.

Delboni Auriemo

O Delboni Auriemo, além de oferecer testes rápidos para diferentes ISTs, realiza exames específicos de HIV como, por exemplo, teste anti-HIV (R$158,40) e carga viral de HIV (R$523,80). Os valores podem alterar dependendo do exame e da unidade escolhida. O laboratório está presente na região da Grande São Paulo e cidades vizinhas.

Lavoisier

O Lavoisier também possui diversas unidades por São Paulo, oferecendo exames como anti-HIV (R$ 65,90), teste de carga viral de HIV (R$ 319,50), testes rápidos e painel de ISTs (R$ 1.620,00). Os preços podem variar dependendo da unidade selecionada para o exame.

Cytolab

O Cytolab está presente em municípios  da Região Metropolitana de São Paulo e Alto Tietê. Suas unidades disponibilizam testes de anti-HIV (R$62,00), carga Viral de HIV (R$410,00), e painel de ISTs ( R$1.512,00).

Salomão Zoppi Diagnósticos (SZD)

O SZD possui unidades tanto na capital de São Paulo quanto em Osasco, oferecendo o teste confirmatório de HIV por R$ 776,00, com O prazo de entrega de 15 dias úteis. O laboratório também oferece outros exames para HIV, como o HIV quantitativo, por R$ 613,00.

Alta Diagnósticos

O Alta Diagnósticos está presente no Rio de Janeiro e em São Paulo, oferecendo uma grande diversidade de exames para a identificação de HIV, desde testes rápidos até exames qualitativos de RNA. O preço pode variar dependendo do exame, mas pode ser consultado por telefone antes do agendamento.

Sérgio Franco

O Sergio Franco Medicina Diagnóstica é um laboratório que atua no Rio de Janeiro, contando com mais de 60 unidades. Lá são oferecidas diversas análises, incluindo o teste anti-HIV (R$76,00), carga viral de HIV (R$331,00) e até mesmo o painel de ISTs (R$ 777,90).

Lâmina

A Lâmina Medicina Diagnóstica também está presente no Rio de Janeiro, oferecendo à população carioca exames como anti-HIV (R$ 123,00), carga viral (R$ 410,00) e  painel de ISTs (R$ 316,00).

Álvaro

O Laboratório Alvaro possui unidades em Cascavel e Foz do Iguaçu, oferecendo na região exames anti-HIV (R$ 72,00) e carga viral para HIV (R$ 669).

 

Sistema Único de Saúde – SUS

Além da possibilidade de realizar o teste em um laboratório particular, o SUS também oferece gratuitamente exames para que seja possível identificar a presença do vírus. Para realizar o teste gratuitamente, basta se locomover até um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) ou procurar o Serviço de Assistência Especializada (SAEs). Além do teste para o HIV, é possível realizar o exame para identificar sífilis e hepatites B e C. Também é possível saber onde o teste está disponível pelo Disque Saúde (telefone: 136).

 

Qual é a hora certa para fazer o exame de HIV?

Por conta da janela imunológica, a doença pode demorar alguns dias para ser detectada. Por isso, em geral, é indicado que o teste seja realizado no mínimo 30 dias após a possível contaminação. Antes desse período, é possível que o vírus ainda não seja identificado no exame. De qualquer forma, persistindo a suspeita de infecção, é indicado repetir o teste após 30 dias, especialmente se o paciente apresentar sintomas indicativos da presença do vírus.

Você conhecia todas essas formas de obter o diagnóstico de infecção por HIV? Fique de olho no nosso blog para mais conteúdos como esse e compartilhe para que todos saibam onde encontrar esses exames!

 

Referências

  1. http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/infeccoes-sexualmente-transmissiveis-ist
  2. https://www.minhavida.com.br/saude/materias/32368-dsts-conheca-os-exames-para-identifica-las-e-quando-faze-los
  3. http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/o-que-e-hiv
  4. http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/o-que-e-hiv/diagnostico-do-hiv

 

About the Author :

Deixe um comentário